10 Comentários

Nova campanha da Bombril causa polêmica

A intenção da nova campanha da Bombril que teve investimento de cerca de R$ 40 milhões, era focar o público feminino jovem, dizer que a marca evoluiu junto com as mulheres e reforçar sua imagem como sendo a maior e melhor empresa de solução em limpeza doméstica do Brasil.

Mas quem viu os comerciais com as “Mulheres Evoluídas”, representadas pelas atrizes Dani Calabresa, Marisa Orth e Monica Iozzi esculachando os homens e comparando-os a cachorros não gostou muito da ideia.

Composta por seis filmes, anúncios em mídia impressa e ações na internet, a campanha gerou revolta em grande parte dos homens e também mulheres, que julgaram a campanha preconceituosa e de mau gosto.

*

A ideia nasceu como uma campanha de stand up. As mulheres falando um texto de humor, um conceito novo da marca e dos produtos que evoluíram com as mulheres. Damos vazão para esse discurso de todas as piadas que as mulheres fazem a respeito dos homens, estamos brincando com isso, é um filão infinito e se fizéssemos o contrário também daria um filão infinito. Nos divertimos bastante, a mulherada tem gostado dos filmes.” Fernando Rodrigues,  diretor de Criação DPZ.

No hotsite “Mulheres Evoluídas”, criou-se inclusive o movimento AME (Associação das Mulheres Evoluídas) e dentro dele a AME Store, uma loja fictícia que sugere “produtos” para acirrar ainda mais a guerra entre os sexos.

Minha opinião é que, não acho evoluído a ideia de produtos de limpeza continuar sendo associado à imagem da mulher. Todavia, achei a ideia de stand up muito boa, não vi preconceito, mas infelizmente a mensagem não foi recebida com humor e deixou muitos receptores revoltados.

E aí, volta Carlos Moreno ou ficam “Mulheres Evoluídas” ?

Anúncios

10 comentários em “Nova campanha da Bombril causa polêmica

  1. A Bombril perdeu a chance de investir 40 milhões numa propaganda incentivando os homens a comprarem os produtos que facilitam a vida deles. Vale lembrar que cada vez mais homens e mulheres moram sozinhos, e cuidar da casa faz parte da rotina. Focar a campanha somente nas mulheres é um desperdício…

  2. Fran!
    Ótimo blog e ótimo assunto!

    Sinceramente, nunca gostei dessa merda de propaganda; e nunca vi a menor graça!
    Dani Calabresa, Marisa Orth e Mônica Iozzi tentam fazer piada com a tal da “incapacidade masculina”, mas, a maior piada somos nós, o sexo feminino!

    A produção e/ou direção, poderia mencionar mil coisas que evoluiram com o sexo feminino; e eles foram escolher justo PRODUTOS DE LIMPEZA? Na minha visão, indiretamente estão a dizer que a única coisa que a mulher está fadada a fazer é: lavar, passar, limpar, varrer, (…); e, no fim, ser submissa e ficar de boca fechada!

    É inaceitável a idéia de produtos de limpeza continuarem sendo associados à imagem da mulher, e revolta-me mais ainda quando assimilam: MULHER + PRODUTOS DE LIMPEZA = EVOLUÇÃO.

    O que deu errado? Achei a campanha preconceituosa e de mau gosto, tanto para o sexo feminino, quanto para o masculino…Tentaram fazer piada com um produto com o intuito de ser bem recebido pelos consumidores, mas, isso criou revolta dos DOIS sexos.

    Boa semana.
    Beijo.

    • Exatamente Bruna!

      Essa soma de mulher + produto de limpeza já deu, evoluir é vincular isso tudo a imagem do homem tb… mas não achei preconceituosa a campanha, apenas não atingiu o objetivo proposto pela ideia inicial, a de humor… e por isso o pessoal está revoltado, os homens principalmente hehe…

      Beijos

  3. É, sou suspeito por ser homem, mas achei a propaganda uma porcaria. “Machismo” reverso. rs. Tão tosco quanto machismo.

  4. Faço questão de não comprar os produtos da Bombril depois que eu vi o comercial na tv!
    Esses idiotas nos comparam com cães, nos chamam de bobos…
    Um dia desse no supermercado durante minhas compras rejeitei a Bombril, essa é a melhor resposta!

    • Realmente a campanha acabou com aquela imagem simpática da bombril. Amo minha mulher, que também ficou chocada, sempre a respeitei, ajudo em tudo dentro de casa. Mulher não é empregada ou faxineira, é companheira, claro que ter uma casa requer trabalho de manutenção o que fazemos cooperativamente, de modo alegre que nos aproxima ainda mais. Bombril, nota zero para esta propaganda preconceituosa e ofensiva.

  5. O protesto aqui em casa é o boicote. Simples assim. Uma visão torpe, como a que se vê no site da AME, de dar choque nas pessoas é engraçado e/ou evoluído?! Me parece o mesmo que fazer graça com gás e citar as câmaras da segunda guerra mundial, isso seria ser engraçado?! Tortura é engraçado?!?

    Honestamente, a campanha do Bombril me pareceu ótima para o terceiro sexo, se for, afinal, mulheres que se vestem e agem como homens deixam no rodapé o fato de serem mulheres. Mulheres que vivem contra os homens não podem ser vistas como evoluídas, pois são apenas o oposto do machismo clássico, tão ultrapassado quanto!

    Não parece a mesma empresa que deu um passo além contratando um homem para falar com os telespectadores, ao ponto de associar a própria imagem do ator com a do produto. Perderam uma excelente chance de melhorar sua posição no mercado, mas parece que a Bombril ainda não evoluiu o suficiente pra isso!

  6. Pra mim, até a MTV saiu perdendo, porque comigo é assim: apelou, perdeu; ajoelhou, vai ter que rezar.

    Não sabia que a Dani Calabresa era da MTV. Agora, quando olho para a cara dela, lembro da propaganda idiota que ela fez para a bombril e mudo de canal. Pronto, perdeu audiência. Ficou feliz?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: