Deixe um comentário

Circo legal NÃO TEM aninal

circo_sem_animal1

Motivados por denúncias de maus tratos, ambientalistas querem aprovar um projeto de lei que proíba o uso de animais em espetáculos. A questão é tão polêmica que alguns circos que aderiram por contra própria à restrição sofrem ameaças de outros membros da classe.

No picadeiro, leões e tigres pulam com destreza uma argola em chamas.

Um chimpanzé anda na bicicleta, e um elefante equilibra-se com agilidade sobre o banquinho.

 
As crianças riem e os pais ficam satisfeitos com o espetáculo.

O que essas pessoas não sabem, contudo, é que o tigre e o leão tiveram suas garras e presas arrancadas, para se tornar menos perigosos, passam fome e contraíram aids felina depois de ser alimentados com carne de gatos de rua.

Que o macaco foi totalmente castrado, teve os dentes arrancados e os olhos cegados para se submeter ao treinador.

circo_elefante_15E que o elefante, para aprender a equilibrar-se no banco, foi espancado, agredido com uma lança e passou dias amarrado pelas patas, sem poder se mexer.

As cenas descritas são comuns em muitos circos do Brasil e do mundo e despertam a preocupação de ambientalistas, que mobilizaram a população e o poder público para aprovar uma lei federal que proíba o uso de bichos nos espetáculos.

Os donos de circo temem que a nova legislação prejudique seu trabalho e afirmam que os circos tradicionais preocupam-se com o bem-estar e a saúde de seus animais.

No dia 3 de novembro de 2008, aconteceria uma audiência pública em Brasília para debater o projeto de lei, mas, cinco dias antes da data marcada, o presidente da Comissão de Educação e Cultura, o deputado João Matos (PMDB/SC), determinou o adiamento da discussão.

Foi a terceira vez que a audiência acerca do PL 7291/2006 foi postergada no ano de 2008.

Em protesto ao adiamento do projeto de lei, ambientalistas e membros de ONGs de proteção aos animais compareceram à Brasília e entregaram aos integrantes da Comissão e ao Ministério do Meio Ambiente o vídeo “Stop Circus Suffering” (algo como “parem com o sofrimento no circo“), que mostra cenas de maus tratos e torturas recebidas pelos animais nos bastidores do picadeiro.

José Maurício Padroni, assessor do Ministério do Meio Ambiente, afirmou que o Ministério é veementemente contra o uso de animais em circos. “Nós não precisamos ser convencidos de que isso é ruim, porque já sabemos. Apoiamos essa causa e estamos fazendo esforços para convencer também os outros ministérios”, disse o assessor.

Com o adiamento da audiência pública sobre o projeto de lei, possivelmente a questão só voltará ao congresso agora em 2009, e ainda estará sujeita a mudanças.

Leis similares ao PL 7291/2006 já existem em diversas cidades do mundo, como Veneza e Barcelona, e em países como Grécia, Austrália, Singapura, Bélgica e Israel. No Brasil, os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Sul já proíbem a presença de animais em circos. No Ceará e em Santa Catarina, projetos semelhantes estão em tramitação.

Caso o PL 7291/2006 seja aprovado, os donos de circos terão que parar imediatamente de utilizar os animais em espetáculos, mas possuirão o prazo de três anos para decidir sobre o futuro dos animais, que poderão ser vendidos ou doados, desde que não para circos de outros países.

(fonte: época)

Poxa não é muito difícil de entender que animal não é motivo para diversão! Pense pelo lado humano ou pelo lado empreendedor, cada animal utilizado em circo significa um emprego a menos.

“O Circo ensina a criança a rir da dignidade perdida dos animais. Nesse caso a humanização dos bichos reflete claramente a falta de humanidade das pessoas, projetada em um macaco de vestido, camuflada sobre o riso” (Olegário Schmitt)

A realidade é gritante!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: